Performance dos palhaços Limp Limp e Sabão diverte e ensina como as crianças e também os adultos devem se prevenir contra o Coronavírus.

Que o mundo ficou mais “cinza” diante desta crise mundial que estamos vivendo, não podemos negar. Porém, apesar do alerta intenso do perigo do novo Coronavírus (COVID 19), é possível sorrir e aprender ao mesmo tempo.
“Somos os palhaços Limp Limp e Sabão e nossa intenção é divertir e levar informações de prevenção conta o Coronavírus. Mesmo com vários meios de comunicação alertando sobre a pandemia, pouco foi feito para conscientizar as crianças, que inclusive estão sem aula. Nosso objetivo é ensinar as pessoas dos bairros mais afastados da cidade de uma forma lúdica e divertida, a lavarem as mãos corretamente, evitando assim a disseminação da doença”, afirmam os atores Leandro Braga e Cássio Macedo.
A menina Anna Mel parece ter aprendido bem a lição: “Eu aprendi a lavar a mão corretamente e também como usar a máscara. Aprendi brincando”.

Ação voluntária
As apresentações são voluntárias. O autor do projeto e ator, Rogério Silvestre, ressalta que o sorriso dessas famílias que assistem a apresentação é o melhor pagamento.“Convidamos vocês para, de dentro de casa, assistirem a encenação teatral que faremos, em cima de uma caminhonete parada, com os palhaços Limp Limp e Sabão”, avisa ele.

Dengue
O foco na prevenção ao novo vírus fez com que as pessoas se descuidassem um pouco de outra “guerra”: a Dengue! Os casos vêm aumentando nos últimos meses em Itajubá. Diante disso, os palhaços incluíram na performance as dicas de cuidados para conter a proliferação do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da Dengue.
Rogério Silvestre é ator há 21 anos e produtor teatral na empresa Rogério Silvestre Produções desde 2004. “Tenho orgulho de fazer esse projeto em parceria com a Clin-Med. Como trabalho há muito tempo com o público infantil, me senti tocado a fazer algo nesse momento tão difícil. O objetivo é educar, ensinar, informar e levar alegria para as crianças e suas famílias”, conclui.

Por GUSTAVO CORTEZ | Jornalista, “pai” da Branca e da Tequila (dogs), amante de Itajubá e da Serra da Mantiqueira
[email protected]