Engenheira, design de interiores e cursando Medicina, Thays Mouallem também é apaixonada por moda e já tem quase 40 mil seguidores no Instagram.

Ela é graduada em Engenharia Civil, pós-graduada em Design de Interiores, está cursando o quinto ano da Faculdade de Medicina, em São Paulo (SP), é apaixonada por moda e tem 37 mil seguidores no Instagram! No auge da juventude, lindíssima e com uma simplicidade incrível, a itajubense Thays Mouallem é uma das influenciadoras que mais chama a atenção e consquista a audiência quando se trata de dicas de moda e estilo de um maneira profissional, com conteúdo relevante e diferenciado.
Leia a entrevista a seguir e saiba um pouco mais sobre Thays Mouallem, essa itajubense que faz questão de dizer: “Itajuba é minha cidade natal e estará sempre no meu coração!”.

Da engenharia a civil para medicina. Como foi essa mudança?
“Sabemos que a decisão da carreira ideal é muito difícil! Somos muito novos quando é chegada a hora de decidir nossa profissão e de encarar o vestibular. Na época, aos 17 anos, eu não sabia ao certo o que queria e fiquei dividida entre arquitetura, engenharia civil e medicina… Acabei optando pela engenharia e não me arrependo! É uma profissão muito linda e gratificante, porém sentia que ainda não estava completa! Medicina estava entre as minha opções, mas confesso que na época não tinha muita maturidade para encarar esse desafio. Por gostar muito de projetos e decoração, optei por engenharia civil e depois me especializei em design de interiores! Mas com o passar dos anos, fui sentindo que ainda me faltava algo e que a medicina continuava me encantando! Foi aí que decidi então seguir meus objetivos e encarar esse desafio! 2015 foi um ano intenso, de muito trabalho e estudo! Em 2016 iniciei meu primeiro ano no curso de Medicina!”
Como a moda entrou na sua vida?
“Eu sempre me interessei por looks, moda, maquiagem e tendências. Gosto de me cuidar, de me vestir bem, de buscar inspirações e de estar por dentro do universo fashion!”

No Instagram, você posta dicas de moda, maquiagem e também de como fotografar, entre outras. Tudo super organizado! Você usa os recursos de design para organizar seu feed? De que maneira uma profissão auxiliar a outra, na sua opinião?
“Eu já me preocupei mais com o design do meu feed. No inicio tudo precisava ser perfeitamente encaixado, sem repetir o mesmo tipo de post em dias seguidos. Porém, isso me fazia perder o ‘time’ de certas postagens… Muitas vezes acabava não postando algo interessante por não querer postar duas fotos de look seguidas, por exemplo. Hoje em dia me preocupo muito mais em criar conteúdo de valor do que ter um feed perfeitamente combinado! Mas, apesar disso, algumas coisas são indispensáveis para mim, como por exemplo, manter uma identidade visual nos meus posts (o que não deixa de ser um forte recurso de design)! A moda e a decoração têm muito em comum e, sem dúvidas, minha bagagem como designer de interiores ajudou muito.”

O que o público feminino mais que ver, hoje, nas mídias sociais?
“A moda sustentável está muito em alta! E quando digo sustentável, falo sobre uma moda ‘vida real, onde uma mesma peça de roupa é usada diversas vezes e de diversas formas diferentes, afinal, roupa não é descartável! Tudo o que envolve maneiras de inovar e renovar as formas de montar os looks e truques para facilitar a vida na hora de se vestir, o público feminino gosta!”
Como é seu relacionamento com o público? O número crescente de seguidores aumentou a responsabilidade?
“Eu AMO estar em contato com meus seguidores! Faço questão de responder a todos e me sinto muito feliz quando recebo cada direct! Crescer no instagram não é tão fácil quanto parece (a menos que você tenha uma imensa sorte), é preciso muito trabalho e dedicação! Ver os números crescendo só me fez ter mais vontade de estar ali, porém isso não é o mais importante! O que me encanta mesmo é receber mensagens pedindo ajuda para escolher uma roupa para uma ocasião especial… Isso me mostra que tenho sido vista como “autoridade” nesse assunto e me incentiva a querer trazer mais conteúdo para o público.”

Foi fácil encarar a câmera ou você já gostava e tinha facilidade para fazer os vídeos?
“Eu não costumava me incomodar com as câmeras, mas confesso que quando tive que começar a gravar na frente de outras pessoas, isso me causou certo desconforto. Porém, não levei muito tempo para me acostumar e me soltar. Hoje em dia tenho bastante facilidade com isso!”.

Que dicas você daria para quem quer começar e se tornar uma influenciadora digital?
“Não se iluda com os números, eles são o menos importante… Defina bem o seu nicho, pesquise temas relevantes sobre ele, esteja em contato com o seu público alvo e valorize o que eles desejam receber de conteúdo! Se dedique, use a criatividade e persista!”.

THAYS MOUALLEM | @thaysmouallem