Jonas Guidi trocou a carreira na Engenharia pela área de Seguros, tornando-se especialista em proteção e planejamento financeiro, patrimonial e familiar.

A veia empreendedora do engenheiro mecânico Jonas Guidi se manifestou de maneira latente quando o jovem itajubense trocou a carreira na Engenharia para ter a sua própria empresa na área de seguros.

Jonas Guidi: diversos prêmios recebidos

Após cursar a graduação na Universidade Federal de São João del Rei e terminar na Universidade em Munique, na Alemanha, Jonas trabalhou por dois anos na BMW, também em Munique. Ao retornar para o Brasil, trabalhou na Petrobras durante seis anos (embarcando) e, depois, em seu último emprego como engenheiro, voltou pra Munique e trabalhou durante um ano na ESA (agência europeia aeroespacial) com controle de qualidade de foguetes lançadores de satélites. “Larguei minha carreira de engenheiro e voltei para o Brasil, para Itajubá, para ter minha própria empresa cuja sede é em Belo Horizonte. Hoje, sou um corretor franqueado da Prudential do Brasil e posso escolher onde e com quem trabalhar”, conta Jonas. “Você pode pensar: esse cara é doido! Largou um vasto currículo de engenharia para vender seguros!? Sim! Porém, além da Prudential ser muito sólida (mais de 140 anos) e ser uma das maiores instituições financeiras do mundo, com a Franquia, pude me tornar especialista em proteção e planejamento financeiro, patrimonial e familiar.” Confira o nosso bate-papo!  

O que mais te atrai na área de seguros?
“O que me atrai é a possibilidade de fazer negócios com todos os tipos de clientes, fazer networking, remuneração agressiva (de acordo com a produção da minha corretora), reconhecimentos, como viagens internacionais e prêmios, além de gerir minha própria carteira de clientes. Ser dono da própria franquia e contar com o apoio de uma multinacional americana líder no seu setor financeiro.”

Como é a sua relação com Itajubá?
“Minha família é de Itajubá, a maioria dos meus amigos são daqui, hoje, tenho mais de 200 clientes aqui, e foi a cidade em que mais me destaquei prospectando, pois o IDH da cidade é alto e consigo difundir muito bem meu produto, o seguro de vida personalizado, voltado para um público inteligente e selecionado.”

Por que fazer um seguro e quais são as modalidades oferecidas pela Prudential?
“Sou uma corretora franqueada habilitada a comercializar os produtos da Prudential, e com base em nossos treinamentos e experiência, nós fazemos um planejamento personalizado, de acordo com as necessidades de cada cliente. Assim, temos as possibilidades de fazer uma proposta voltada para cada indivíduo, desde o estudante, até o vovô que está preocupado com seu inventário. Para um solteiro, visamos principalmente sua proteção em vida e com acúmulo de reserva com nosso produto resgatável, tendo a possibilidade de resgatar um valor em caso de cancelamento do seguro. Para um pai de família, temos que incluir os custos de educação e manutenção do dia a dia de sua família na composição da apólice para garantir seus dependes. Para o vovô preocupado com os custos de inventário (10 a 15% do patrimônio), fazemos um seguro vitalício de curto prazo de pagamento, assim, ele estará assegurado pela vida inteira sem pagar mais. Sim, ele pára de pagar e o seguro continua vigente, ou ele pode, depois de um tempo, resgatar o valor aportado. O planejamento depende da realidade e necessidade de cada um, desde o estudante até o milionário. Mas, o milionário precisa de seguro? Sim! Quanto maior o patrimônio maior o custo de sucessão! E temos a ferramenta mais inteligente e prática para isso.”

O que as pessoas buscam ao pensar em seguro?
“Proteção para si e sua família! Mas não somente em sua falta. Protegemos o cliente em vida, como em um diagnóstico de doenças, acidentes, internação, invalidez, por exemplo. A vantagem de fazer um seguro é estar protegendo seu maior patrimônio: sua família e saúde! Existe algo mais valioso que a segurança e estabilidade financeira de nossa família?”

O mercado de seguros é um dos que mais cresce atualmente no Brasil?
“Sim! O brasileiro está se adaptando a essa cultura. Nos EUA e Ásia, 70% e 90% da população, respectivamente, têm uma estrutura de proteção’; no Brasil apenas 15%. Estamos mudando esse conceito ensinando o brasileiro a se estruturar e pensar no futuro, cuidando de seu maior patrimônio: a saúde e a família. Nos últimos 10 anos, a Prudential cresceu em média 31% ao ano.” 

Os contratos de seguro de vida normalmente não cobrem mortes por pandemias e epidemias, mas desde de março de 2020 algumas seguradoras começaram a desconsiderar essa cláusula. Até maio de 2020, os contratos de seguros não cobriam mortes por pandemia e epidemias. A pandemia de COVID-19 impulsionou o mercado? Por quê?
“Caímos na realidade de uma pandemia, medo do futuro e de morrer, e a Prudential foi uma das primeiras a cobrir o Covid-19 e não somente com o seguro de vida (morte) mas também com a cobertura de internação hospitalar, proporcionando ao cliente tranquilidade financeira em uma eventualidade. Mesmo sem trabalhar, ele recebe uma diária para a manutenção do seu cotidiano. Para minha franquia, o volume de vendas até cresceu, principalmente por meus clientes saberem que podem contar conosco numa eventualidade causada também pelo Covid-19.”

A Prudential possui escritório em Itajubá?
“A empresa é uma das maiores instituições financeiras do mundo com cerca de 1,5 trilhões de dólares sob gestão, com sede em Newark, nos Estados Unidos. No Brasil, existem 37 pontos de apoio (escritórios), principalmente nas capitais. Eu sou um franqueado que reside em Itajubá e atende o Sul de Minas, porém não temos limites, posso atuar em qualquer local do Brasil. Basta me contatarem para analisarmos cada caso e apuramos a melhor solução, dentro de realidade e orçamento pessoal.”

Jonas Guidi: Whats App: (35) 9 9931-2657 | Instagram e Facebook/Jonas Guidi