O infectologista Dr. Esper Georges Kallás, médico do Hospital das Clínicas de São Paulo e pesquisador e professor titular do Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), foi um dos profissionais agraciados com a medalha Armando de Salles Oliveira, a mais alta honraria concedida pela USP, por sua contribuição no enfrentamento da pandemia gerada pelo coronavírus (COVID-19).

A condecoração foi criada em 2008 para homenagear pessoas, entidades e organizações que contribuem para a valorização institucional, cultural, social e acadêmica da USP e leva o nome do governador do Estado de São Paulo que assinou o decreto de criação da Universidade de São Paulo no ano de 1934.

Dr. Esper foi indicado por sua extraordinária atuação em ações preventivas e de tratamento da infecção pelo SARS-CoV-2 aliada ao seu desempenho no Grupo de Trabalho da USP, no programa Vital Cure e no estudo clínico da vacina CoronaVac. Como médico e pesquisador, escreve semanalmente para o renomado Jornal Folha de São Paulo, onde fala sobre doenças infecciosas.

Graduado pela Faculdade de Medicina de Itajubá, em reconhecimento ao estado atual da pandemia COVID-19 no Brasil e sensibilizado com a situação de Itajubá e do Hospital de Clínicas, pelos quais possui grandes laços afetivos, recentemente Dr. Esper Kallas disponibilizou uma visita técnica com parte de sua equipe ao Hospital. Na ocasião, ele expôs conhecimentos relacionados à vacinação, tratamentos alternativos sem respaldo científico para a COVID-19, dentre outros assuntos relevantes.

Por SAMIRA KALLAS, colunista social, pessoa super de bem com a vida e proprietária da loja Mimos Presentes Inesquecíveis, em Itajubá (MG)

Mimos Presentes Inesquecíveis