O Guia da Mantiqueira chega à centésima edição e, para comemorar, nada melhor do que contar a história de uma ilustre colecionadora da revista! Aprecie!

O nome dela é Laura Maria Barbosa Vander Velden, ela tem 76 anos e é super fã da revista Guia da Mantiqueira. Desde a primeira edição, lançada em abril de 2013, ‘dona’ Laura coleciona os exemplares da revista e tem um cuidado prá lá de especial com todos eles.

Filha do paulista Theodoro Carlos Vander Velden e da cristinense Regina Maria Barbosa Vander Velden, Laura, que é itajubense, trabalhou no setor administrativo da Faculdade de Enfermagem Wenceslau Braz (FWB) durante muitos anos. Depois de se aposentar, “para manter a mente ocupada e para passar o tempo”, como ela mesma diz, resolveu colecionar os mais variados objetos.

As coleções começaram a ser formadas com aqueles itens mais comuns, como selos, cartões de visitas e cartões de telefone. Mas, o passar do tempo, virou coisa séria e hoje, a ilustre moradora da Rua Américo de Oliveira, no centro de Itajubá, acrescentou aos seus itens de coleção: botões de roupa de criança, rótulos de garrafas, caixax de fósforo, cartões postais, lápis, canetas, flâmulas, figurinhas e até bulas de remédios…

E o GdM?

“Um certo dia, recebemos o telefonema de uma senhora, em nossa redação, perguntando se tínhamos a edição de maio de 2020 da revista Guia da Mantiqueira”, relembra Adilson Santos, diretor comercial do Guia. “Ela queria saber saber se poderíamos entregar o exemplar a ela, pois estava ‘faltando’. E foi assim que conhecemos a ‘dona’ Laura. Combinamos o dia da entrega do exemplar e ao chegarmos em sua residência, tivemos uma grata surpresa. Ela não somente é leitora da revista, como incluiu a mesma em seus itens de coleção. Ela contou que tinha todas as edições, desde a primeira, e que estava faltando apenas a de maio de 2020.”

As surpresas não pararam por aí. “O meu irmão, o Dr. Luiz Fernando Barbosa Vander Velden, também coleciona o Guia da Mantiqueira e o meu filho, Rodrigo Barbosa Vander Velden, é leitor. Todos nós gostamos muito da revista”, diz Laura.
Para manter as edições organizadas, ano a ano, Laura manda encadernar. “Ela se ausentou por um instante e, quando voltou, nos mostrou todas as edições da Revista, separadas por ano e encadernadas com capa dura e título em letras douradas, no estilo Enciclopédia Barsa! Exceto a de 2020, já que faltava a edição de Maio”, relembra Adilson.

100 edições

Mas, o que fez com que dona Laura incluísse o Guia da Mantiqueira, que chegou à centésima edição em julho de 2021, na sua lista de colecionáveis? “Conheci a revista na Queijaria do Mário. Como moro ao lado e sempre via gente lendo a revista lá, fiquei curiosa. Um dia, ví um rapaz distribuindo a revista e pedi uma a ele. Foi a edição de capa vermelha (Junho de 2013). Li ‘tudinho’ e providenciei as anteriores. De lá pra cá não tem um mês que eu fique sem ler a revista e é uma satisfação encaderná-las!”

Quando indagada sobre qual edição ela mais gostou, a generosa leitora, e agora ‘assinante honorária’ do GdM, disse que são todas as edições! “Pois cada uma delas traz assuntos importantes e diferentes todo mês!”

Nesta 100ª edição do Guia da Mantiqueira fomos presenteados com a história de fidelidade e carinho de dona Laura, nossa ilustre leitora. Pessoas como a D. Laura, Dr. Gilberto e Rodrigo Vander Velden, leitores, parceiros e anunciantes são o combustível para darmos continuidade na prestação de serviço informativo para a região, valorizando o que temos de melhor em matéria de pessoas, cultura, educação, turismo, gastronomia, e sobre o comércio local e regional.