Histórias inspiradoras sempre trazem boas sensações aos nossos corações e fazem com que tenhamos esperança: estamos falando do casal Bob e Elizangela! Confira!

O Mês dos Namorados traz inspiração para a celebração do amor. E como gostamos de contar boas histórias por aqui, nossa homenagem a todos os apaixonados não poderia ser diferente!

Eternos namorados, o médico e empresário Roberto Garcia Sorgi, mais conhecido como Dr. Bob, e sua esposa, a enfermeira e nutricionista Elizangela Sorgi, se conheceram no ano de 1997. Quis o destino que ele, de Barretos, e ela, de Campinas, ambas cidades do interior de São Paulo, se encontrassem em Itajubá (MG) e construíssem uma vida a dois repleta de realizações.
Dois filhos, uma família unida, uma empresa de sucesso, enfim, um relacionamento pautado pelo diálogo, pelo comprometimento, pela doação e pelo amor, fazem da história do casal um exemplo a ser seguido. Não que não haja altos e baixos, momentos que são comuns na vida a dois! Mas, como eles mesmos fazem questão de ressaltar, o amor prevalece sempre e os desafios enfrentados no dia-a-dia vêm para complementar a relação e torná-la ainda mais sólida.

O Guia da Mantiqueira conversou com o casal e traz para você alguns detalhes da história de Bob e Elizangela.
Feliz Mês dos Namorados!

O início
“Nos conhecemos no dia 20 de dezembro de 1997, no baile da formatura da Faculdade de Enfermagem, através da prima da Elizangela, a Rosana, que estava se formando e também era minha amiga. Neste mesmo dia já começamos a namorar… Um ano e oito meses depois nos casamos, no dia 04 de setembro de 1999, em Campinas (SP), na Escola de Cadetes do Exército (EsPCEx). Temos dois filhos, o Caio e o Felipe”.

A vida
“Tivemos três momentos marcantes. O primeiro foi quando montamos a empresa (ClinMed, especializada em gestão de saúde) e trabalhávamos juntos. A Elizangela era quem fazia os trabalhos externos. Ia nas cidades levar as notas fiscais, fazia os recebimentos, pagamentos dos médicos. E eu dava plantões e organizava as escalas. Na época, não existia tanto avanço tecnológico e fazíamos tudo na ponta do lápis. O segundo momento foi o nascimento do Caio, em 13 de março de 2002, hoje com 19 anos. Foi uma fase muito legal! Morávamos em um pequeno apartamento perto do Supermercado Pilar. E o terceiro momento foi o nascimento do Felipe, em 13 de maio 2014. Nossos dois filhos nasceram na Odontomed, em Itajubá. Já estávamos morando em uma casa maior, então podíamos estar com toda a família reunida. Dona Catarina e senhor Jarbas (pais da Elizangela), meus pais, nossos tios e tias. A mudança do apartamento para a casa, perto do Hospital Escola, onde moramos até hoje, foi um momento muito marcante em nossas vidas”.

Os altos e baixos
“Nós lidamos com os altos e baixos conversando bastante. Conversamos e seguimos o nosso planejamento. E sempre com muita Fé em Deus. Dormimos e acordamos para um novo dia! É assim que lidamos com os altos e baixos: dialogando muito!”

A união
“O que nos mantêm unidos é principalmente o amor, os nossos filhos, os princípios que norteiam nossa vida. É muito bom ter uma pessoa como a Elizangela do meu lado, e acredito que ela pense a mesma coisa a meu respeito. A gente se completa. Existe muito amor, respeito e diálogo na relação. Isso é muito importante, inclusive para deixar como legado para os nossos filhos.”

Carreira e família
“A conciliação da carreira deu uma complicadinha, de 2018 pra cá, quando fui candidato a Deputado Estadual, pois tive que viajar muito, ficar um pouco longe de casa. E na candidatura a Prefeito também. Foi um pouco complicado. Antes desses eventos era maravilhoso, pois sempre trabalhamos juntos. Tínhamos consultórios juntos, montamos a ClinMed sozinhos. A Elizangela cuidando da parte financeira e eu da administrativa. Depois dos momentos complicados por causa da política, conseguimos ajeitar as coisas e estamos seguindo em frente!”

Os sonhos
“Temos conversado bastante a respeito, pois nosso maior sonho é viajar juntos. Durante esses anos viajamos pouco por causa do trabalho. Queremos conhecer o mundo e, mais pra frente, criar uma ong que possa ajudar as pessoas. Esse é um grande sonho, que possamos, através do nosso trabalho, ajudar as pessoas juntos”.