O despertar do dom para a música geralmente começa na infância, quando tem contato com instrumentos musicais e acesso a essa arte tão transformadora. Assim aconteceu com o músico, arranjador, compositor e professor, Arkiles Oliveira, mineiro de Cachoeira de Minas, Sul de Minas Gerais. “Meus pais sempre me incentivaram a estudar música”, relembra ele: “Eles me contam que, nos finais de semana eu levava meu violão de brinquedo para a igreja, sentava do lado do guitarrista durante o culto e ficava olhando a mão dele tentando reproduzir na violinha de brinquedo”.
Arkiles, que hoje mora em Santa Rita do Sapucaí (MG), ganhou seu primeiro instrumento – um violão – com 11 anos de idade e foi estudar na Sociedade Musical Eduardo Tenório, em Cachoeira de Minas. “Existe esse incentivo cultural muito gostoso de cidade do interior de Minas Gerais, onde se aprende música geralmente sem custo algum. Toda criança sonha em estudar música e rapidamente ‘pegar’ um instrumento, geralmente escolhido pelo maestro”, observa.
Aos 13 anos, Arkiles entrou para o Conservatório de Música de Pouso Alegre. Lá estudou durante 10 anos, conquistando a formação em Teclado e Piano. Alguns anos depois, finaizou o Ensino Superior em Licenciatura em Música – com Habilitação em Educação Musical. Modesto e meio que se esquivando de querer revelar tantos talentos, Arkiles é um multiinstrumentista, pois também toca Ukulele, Violão, Contrabaixo, Bateria, Guitarra…entre outros! Além de ser professor de música, ele trabalha com casamentos, bandas, shows e eventos em geral.
Confira, a seguir, a a conversa com Arkiles sobre o projetos de música e teatro que ele desenvolve com crianças e escolas, que possiblitam o desenvolvimento integral dos estudantes.
Flauteando na Escola
“Esse projeto é realizado com os alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental de forma lúdica, agradável, sistemática e dando ênfase no instrumento musical Flauta Doce. Durante o ano letivo os alunos realizam pequenas apresentações musicais à comunidade escolar e fora dela. Principalmente em datas comemorativas.
O Flauteando na Escola tem grande poder de ação social, pois trabalha com a socialização envolvendo escola, pais e comunidade. Através da música essas crianças e adolescentes têm um contato com um universo diferente, de cultura e história, onde aprendem a valorizar a boa arte. Despertar novos talentos, trabalhar exercícios que estimulem a expressão corporal a fim de auxiliar a performance musical, desenvolver a concentração, a coordenação motora fina, a atenção e a percepção auditiva são alguns dos objetivos deste projeto. Quanto ao repertório, trabalhamos com composições dos alunos, canções folclóricas e canções regionais, e introdução ao estudo da música clássica.
O número de alunos e ex-alunos já soma mais de 300 nesse projeto que começou em Cachoeira de Minas e atualmente está sendo realizado em Santa Rita do Sapucaí.”
Sherek – O Musical
“Meu sonho era produzir um musical em que todas as músicas fossem de minha autoria. Estou morando em Santa Rita do Sapucaí há cinco anos e aqui tenho muita oportunidade para realizar meus sonhos e projetos. O ano de 2019 foi extraordinário, pois além de projetos simultâneos, em agosto do ano passado estreiamos o Musical infantil “Shrek – O Musical”. Todas as músicas com composição e arranjo de minha autoria. O Teatro do Inatel ficou lotado para prestigiar o único dia de evento, familiares, amigos e a comunidade em geral ficaram extasiados pelo espetáculo.
As músicas foram executadas todas ao vivo pela banda durante a apresentação. Esse foi um projeto extra classe realizado em parceria com a professora de teatro, Priscilla Picoli, alunos, com o apoio do Instituto Presbiteriano de Educação em Santa Rita do Sapucaí. Em 2020, faríamos ‘Alice no País das Maravilhas – O Musical’, mas infelizmente foi adiado por conta da pandemia.
As músicas já estão sendo produzidas e as aulas de teatro e música continuam de forma online.”
No YouTube
“Eu sou muito feliz na profissão que escolhi. Amo crianças e amo lecionar. A famosa frase ‘faça o que ama e não terá que trabalhar faz muito sentido pra mim. Acredito que quando se está na vocação a vida se torna mais leve. Cada amanhecer é um novo dia maravilhoso pra se viver e exercer sua vocação. Estou muito feliz com a proporção que o nome ‘Tio Arkiles’ tem alcançado na região, graças ao trabalho feito com muita dedicação e carinho. Então, em janeiro de 2020, comecei a produzir um conteúdo exclusivo para o público infantil no meu canal noYouTube. O objetivo é levar conhecimento sobre temas variados, sempre com diversão, dinâmica e claro, muita música! Estou tendo vários feedbacks de pais, alunos, ex-alunos e da comunidade de que as crianças estão se divertindo muito com cada vídeo.Composições, arranjos, planejamento, gravação e edição dos vídeos são todos trabalhos que eu mesmo faço. Toda semana tem um vídeo novo!”
Conservatório à Distância
“Também sou professor do CaD-Conservatório à Distância. Sou responsável por todo conteúdo musical voltado para os instrumentos Teclado e Piano. Semanalmente levo dicas, tutoriais e aprentação em geral com alta qualidade audiovisual. Tem sido uma experiência muito bacana na geração de conteúdo. Aceitei essa parceria, pois, assim como os outros professores João César (violão) e Zé Helder (viola), percebi uma carência de professores de música na região e, ao mesmo tempo, eu não tenho agenda pra suprir essa carência. Eu me considero uma pessoa divertida, então procuro, a cada vídeo, levar um conteúdo relevante sempre com muita interatividade e dinamismo.”
Viver é reinventar
“Viver de música no Brasil é difícil mas não impossível. O músico precisou se reinventar nas diversas áreas que essa profissão oferece.Minha conclusão é: se você faz o que ama, e existe dedicação e qualidade no seu trabalho, certamente colherá bons frutos!”.

ARKILES OLIVEIRA | YouTube/Arkiles Oliveira